Em carta aberta, dono do Everton pede desculpas por desempenho na temporada

Farhad Moshiri ainda afirmou que está comprometido na construção do novo estádio do clube

junho 9, 2022

Farhad Moshiri, dono do Everton, clube que é parceiro do MKTEsportivo no Apostas internacionais de Apostas internacionais de futebol, divulgou uma carta aberta aos torcedores pedindo desculpas pelo desempenho ruim da equipe na temporada. Além disso, ele reafirma o seu compromisso na construção do novo estádio do clube.

O Everton se salvou do rebaixamento na Premier League na penúltima rodada, após virada sobre o Crystal Palace, por 3 a 2, no Goodison Park.

“Erros foram cometidos e, por isso, quero pedir desculpas a todos vocês. Não tem sido bom o suficiente e precisamos fazer melhor. Estou comprometido em garantir o sucesso futuro do clube, entregando um estádio totalmente financiado, que sustentará nosso status como um clube líder. Nosso novo projeto de estádio em Bramley-Moore Dock atingiu um estágio emocionante e marcante ao emergir do solo, com os quatro núcleos principais agora em vigor”, disse Farhad.

Espera-se que o novo estádio, com capacidade para 52.888 pessoas na orla de Liverpool, custe cerca de £ 500 milhões. Todos os detalhes estão na coluna dos toffees no MKTEsportivo.

As preocupações com as finanças surgiram pela ligação de Moshiri com o oligarca russo Alisher Usmanov, então acionista do Arsenal. A empresa de Usmanov é dona dos naming rights do centro de treinamento Finch Farm, do Everton. Já outras empresas do oligarca, a Megafon e a Yota, foram patrocinadoras do clube.

Com o início da guerra, o Everton rescindiu os patrocínio com as empresas russas.

“O Everton já deu uma importante contribuição ao Apelo Humanitário da Ucrânia do Comitê de Emergência de Desastres, e posso confirmar que oferecemos um amistoso no Goodison Park ao Dynamo de Kiev para arrecadar fundos para apoiar os ucranianos”, acrescentou Moshiri.

Com gastos acima dos £ 500 milhões no mercado de transferências nas últimas temporadas, o mandatário se mostrou preocupado com o desempenho, que não refletiu o alto investimento. Por isso, Moshiri enfatizou as contratações do técnico Frank Lampard e da nova comissão técnica como a chave para o futuro.

“Durante a temporada 2021/2022, o Conselho liderou uma revisão estratégica das nossas operações, que incluiu a análise de práticas de trabalho, nosso processo de recrutamento e toda a estrutura de nossa operação Apostas internacionais de futebolística, a fim de identificar claramente as causas da nossa entrega insuficiente em campo. Muitos dos aprendizados já foram implementados”, finalizou Moshiri.