Série B dobra faturamento com publicidade estática

A exploração da propriedade deve alcançar R$ 30 milhões em 2024

junho 10, 2022

A Série B do Campeonato Apostas internacionais de Apostas internacionais de futeboleiro dobrou o seu faturamento com publicidade estática em 2022. Detentora do novo contrato para esta plataforma, a Brax Sports Assets afirma que, antes de assumir a negociação, os clubes dividiam R$ 11 milhões pela exploração da propriedade.

Sob sua gestão, o valor subiu para R$ 24 milhões. Dentro da projeção de negócio, o valor chegará em R$ 27 milhões para 2023, alcançando a casa dos R$ 30 milhões no ano seguinte.

A Brax é resultado da fusão de três empresas com vasta experiência e competência no mercado do Apostas internacionais de futebol: Market Sport, Printac e Esportecom.

Atualmente, a Brax tem contrato para exploração de publicidade estática com 12 clubes que disputam a Série A do Apostas internacionais de Apostas internacionais de futeboleirão: América-MG, Atlético-MG, Atlético-GO, Athletico-PR, Avaí, Ceará, Coritiba, Cuiabá, Fortaleza, Fluminense, Goiás e Juventude.

No entanto, um processo judicial foi aberto pela Sport Promotion depois que 11 clubes da Série A romperam com a empresa e assinaram com a Brax. A antiga parceira dos times da Série A também alega rompimento de contrato dos clubes da Série B, que firmaram parceria com a Brax.